Bovespa, Ibovespa ou B3? Qual é a Bolsa Brasileira?

3
396
Mulher em dúvida
- Anúncios -

Hoje, a Bolsa de Valores brasileira é a B³ – Bolsa, Brasil, Balcão. Todavia, a algum tempo atrás, a Bolsa brasileira se chamava Bovespa. Isso ainda acaba causando um pouco de confusão em relação ao Ibovespa que, na verdade, é o Índice Bovespa.

Com o propósito de desfazer essa confusão, irei explicar como surgiu a B3. E, claro, o que são a Bovespa e o Ibovespa.

Como surgiu a B3:

No Brasil, existiam mais de uma instituição que atuava no mercado de valores brasileiro:

A Bovespa, que havia sido criada em 1890. Nela comercializava-se os principais ativos financeiros no Brasil, sobretudo, as ações das empresas brasileiras. Em razão disso, ela era conhecida como a Bolsa de Valores brasileira.

Não somente, existia também a BM&F, fundada em 1917, que tinha a finalidade de comercializar mercadorias e ativos futuros.

Posteriormente, no ano de 2008, Bovespa e BM&F se fundiram e se tornaram a BM&FBOVESPA.

No entanto, no dia 22 de março de 2017 a BM&FBOVESPA fundiu-se com a CETIP e se tornaram a B3 – Brasil, Bolsa, Balcão. Hoje é ela que realiza todas as atividades relacionadas ao mercado de valores brasileiro.

A CETIP é uma empresa que oferece serviços de registro, depósito e liquidação de títulos e ativos. A empresa é a líder de registro e depósito de títulos públicos e privados, derivativos de Balcão e ativos de Renda Fixa.

Dessa forma, B3 é o hoje o nome oficial da Bolsa de Valores brasileira.

- Anúncios -

Sendo assim, falamos sobre a Bovespa e sobre a B3…

Mas, e o Ibovespa?

No Brasil, existem atualmente por volta de 400 empresas que compõe a B3. Ou seja: é possível comercializar ações de todas elas, mas… Nem todas são negociadas todos os dias no pregão. E, logicamente, nem todas são muito relevantes para medir o desempenho da Bolsa de Valores.

Portanto, para analisar esse desempenho foi elaborado um índice que demonstra informações sobre as cotações das maiores e mais significantes ações em termos de volume de negociação na B3:

O Ibovespa, também chamado de IBOV, é esse indicador do desempenho. Assim, podemos dizer que, o IBOV é o Benchmark da bolsa brasileira, isto é, o índice de referência da B3.

Nesse sentido, o IBOV é utilizado como um termômetro para avaliar a cotação de ações das “60 e poucas” empresas com maior volume negociado entre as quase 400 empresas da B3.

A saber, essa composição das ações que formam o índice é revisada a cada 4 meses. E indiquei “60 e poucas” justamente porque seu número final pode variar. Em alguns períodos são 65 ações, em outros, 68, ou às vezes menos. Se você quiser saber exatamente como se determina essas ações, a B3 te conta aqui.

Mas o IBOV não é o único índice da Bolsa de Valores. Existem ainda outros índices, que medem outros aspectos deste universo de empresas.

Aqui falamos um pouco sobre a Bolsa de Valores brasileira, mas também temos um texto sobre as 10 maiores Bolsas de Valores do mundo. Clique no link e confira!

- Anúncios -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui