Quais são os tipos de fundos imobiliários

0
83
- Anúncios -

Você sabe o que são fundos imobiliários? Sabe como eles funcionam? Ou então, sabe Quais são os principais tipos de fundos imobiliários?

Saber a resposta para essas dívidas, pode não ser uma tarefa muito fácil para as pessoas que não apresentam conhecimento sobre o mesmo.

E pelo fato de que o mesmo é um assunto que gera uma grande quantidade de dúvidas em muitas pessoas, neste artigo você terá acesso a certas informações.

Onde nas mesmas, será possível encontrar a resposta para a maior parte dessas mesmas questões, tudo isso de forma organizada e em primeiro lugar, de forma explícita com o site Ciano Investimentos.

INFORMAÇÕES SOBRE OS FUNDOS IMOBILIÁRIOS

A seguir, neste artigo você terá acesso as melhores e principais informações, que estão de alguma forma, relacionada com esse mesmo tema: os fundos imobiliários.

Pois assim, caso você seja uma das milhares pessoas que apresentam interesse em conhecer e entender melhor esse assunto, você estará no artigo certo.

Além de que, aqui você poderá encontrar a resposta para as dúvidas que são feitas com uma maior frequência.

 

O que são fundos imobiliários ?

os fundos imobiliários, ou também chamados de FIIs, são basicamente fundos compostos por certos investimentos que poder ser encontrados no setor imobiliário.

Eles podem receber dois tipos de categorias, que podem ser as seguintes:

  • Fundos de tijolo: são aqueles fundos que apresentam imóveis que são fixos, como por exemplo: shoppings, hotéis, condomínios, entre muitos outros.
  • Fundos de papel: esse é a categoria que é formada por certas aplicações financeiras que podem ser encontradas no setor imobiliário, como por exemplo: os LCI, os LCA, os CRI e também os CRA.

Uma informação que muitos não sabem, é que da mesma forma que os fundos de investimentos, os fundos imobiliários também apresentam o seu patrimônio divido, em cotas de valores, que apresentam um total igual.

Ou seja, assim que você realiza um investimento nos fundos imobiliários por meio dos papeis do mesmo, você está adquirindo de forma automática pequenas partes de alguns imóveis.

 

Como os fundos imobiliários funcionam?

Basicamente, os fundos imobiliários apresentam um gestor especializado, que faz de forma diária o acompanhamento desse patrimônio e do mercado.

- Anúncios -

E de acordo com os resultados obtidos, ele realiza as alocações que são necessárias, onde o objetivo disso, é conseguir obter a máxima rentabilidade que conseguir.

E para que isso possa acontecer, a maior parte dos fundo realizam a compra de fundos que são comerciais.

Que apresentam um bom potencial, para que se possa gerar lucro a partir do mesmo.

Uma outra forma de conseguir lucros, que muitos não sabem é com a valorização do bem em si.

Porém os fundos imobiliários de papeis, funcionam de forma mais estável, isso pelo fato de que boa parte do mesmo, é composta por aplicações de renda fixa.

Ou seja, os lucros que são gerados, vem diretamente dos rendimentos desses mesmos ativos e também, da valorização que as suas cotas recebem.

E de acordo com certos investidores, esse processo é bem parecido com a compra de ações, até porque esses fundos são listados na bolsa de valores.

 

Quais são os tipos de fundos imobiliários que existem?

Ao contrário do que muitos pensam, não existem apenas um tipo de fundo imobiliário, mas sim muitos.

Esses tipos de fundos, são encontrados dentro das categorias que foram citadas nos parágrafos anteriores, então, caso você não saiba sobre elas, volte e leia novamente o que são cada uma delas.

Veja agora, quais são os principais tipos de fundos imobiliários que podem ser encontrados em ambas as categorias:

Fundos de tijolo:

  • Shoppings centers;
  • Hospitais;
  • Faculdades;
  • Agencias bancárias;
  • Prédios comerciais;
  • Galpões e armazéns;
  • centros de distribuição;

Fundos de papéis:

  • LCI;
  • LCA;
  • CRI;
  • CRA;
  • títulos de recebíveis imobiliários;
  • cotas que pertencem a outros fundos
- Anúncios -
Lucas Souza é Empreendedor e Investidor há mais de 10 anos. Engenheiro eletricista pela USP, possui MBA em finanças pelo IBMEC e tem extensão em finanças University of Michigan. É o fundador da CIANO Escola de Finanças e Investimentos, Vice Presidente da Confederação Nacional de Jovens Empresários e também representa o Brasil na aliança Jovem Empreendedora do G20 pela CONAJE.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui